Blogue de Micas e Morena, cadelas rafeiras, suburbanas, proletárias, com doutoramento honoris causa em filosofia incerta.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Os problemas do mundo transcendem-me

Micas: "é desta forma que um canídeo, fêmea, pode escrever num blogue"

Esclareçamos desde já um princípio. Tal como o Alberto Caeiro sou analfabeta. Não sei distinguir um b dum i. Para mim tudo o que conta é o campo, a erva, as flores, os bichinhos mais pequenos escondidos debaixo das pedras, as aves que voam rasteiras ao meu focinho, o cheiro a coelhos, as lagartixas, rebolar-me na terra que cheira a terra, enterrar bocados de comida onde ninguém possa encontrar, e espalhar-me pela colina toda, ser a colina toda.
Tenho com a minha dona - como ela se intitula; prefiro chamar-lhe Ela, por vezes, a Chefa, depende - o mesmo relacionamento que qualquer animal da minha raça mantém com o ser humano com o qual vive. Há entre nós um canal de entendimento que transcende a linguagem no sentido clássico. Há sinais entre nós, que entendemos mutuamente. Que aprendemos com os anos. Não nego que compreendo alguns dos sons produzidos pela sua boca, mas a nossa comunicação principal faz-se pelo cheiro, pelo tacto, pela visão e por uma outra via sensível que os humanos desprezam: o pensamento. Ambas pensamos, e os nossos pensamentos cruzam-se, dialogam entre si. E é desta forma que um canídeo, fêmea, pode escrever num blogue. As mãos dela escreverão o que o seu pensamento ouviu ao meu.
Isto não foi um desejo meu. Ela insistiu e eu deixei. Se é importante que o mundo saiba o que penso sobre ele? Não. Sinceramente não. Isso são preocupações da espécie humana. A mim basta-me ter a barriga cheia, correr e dormir quentinha. Isso é a felicidade. Não conseguirem ser felizes, tendo tudo isto ao seu alcance, é algo que nem eu nem os outros cães, com os quais contacto lá em baixo, podemos entender. Os humanos complicam. Ser feliz é, por exemplo, ir já dormir uma soneca depois de comer.


1 comentário:

Brisa disse...

Oh, Micas, tu até podes não querer partilhar os teus pensamentos porque não achas importante. Mas eu vou adorar "ouvir" o que eles têm para dizer...

Perfil das três

Seguidores